Proibido no Free Fire: confira seis ações para não fazer no game

Free Fire Battlegrounds é um grande sucesso no Brasil e no mundo. O Battle Royale da Garena, disponível para dispositivos Android e iPhone (iOS), pede a assinatura dos Termos de Uso para começar a jogar, trazendo uma série de regras que o jogador deve cumprir. Entre elas estão exigências como não utilizar hacks e não ser tóxico com outros usuários, o que pode levar a banimentos e mesmo à perda da conta, a depender do caso. A seguir, confira seis ações proibidas no Free Fire e as punições previstas para cada uma delas.



1. Usar hacks
Todo software que não seja da Garena ou distribuído por ela é considerado um hack. Neste caso, o jogador está modificando o jogo ou usando uma versão modificada do mesmo, tendo acesso a funções indisponíveis na versão oficial do game. Neste caso, a punição é o banimento imediato da conta, caso seja confirmada a trapaça. A Garena possui uma política de zero tolerância para hackers.

2. Explorar bugs

Bugs são vistos de forma semelhante aos hacks, pois são formas ilegais de obter vantagem em relação a outros jogadores. Um exemplo seria tirar proveito de um erro que permita ao jogador se esconder dentro de uma parede, evitando ser atingido. Se o jogador encontrar um bug, a orientação é não se aproveitar do mesmo e reportá-lo sempre à Garena. Caso contrário, o usuário corre o risco de perder sua conta definitivamente.

3. Comportamento tóxico

Um dos maiores problemas dos jogos online é o comportamento tóxico de alguns jogadores. Ameaças, assédio e ofensas de cunho social, racial, étnico, religioso e sexual direcionadas a usuários e usuárias são unidos nesta categoria. Jogadores que insistirem nesta conduta inadequada podem receber uma suspensão de três dias a um mês de duração.

4. Reembolso indevido


O jogador também pode ter problemas com reembolso indevido. A prática consiste em fazer uma compra na qual os diamantes entram na conta, mas acabam não sendo pagos por conta do cancelamento da compra. Assim, o jogador gera dívida com a Garena, que pode suspender a conta. Para recuperar, é necessário entrar em contato com o suporte da desenvolvedora para resolver a pendência.

5. Compartilhar contas


Compartilhar o ID e senha da conta no Free Fire é uma séria infração. As contas no game são pessoais e intransferíveis, e, por meio dos Termos de Uso, a Garena se isenta de qualquer perda ou dano recorrente desta prática. O compartilhamento de contas no Free Fire pode resultar em banimento, que funciona como uma iniciativa para combater a venda de contas e o elojob, quando uma pessoa joga na conta de outra para aumentar a patente no modo competitivo.

6. "Ficar AFK"


Um termo muito conhecido em jogos online, AFK vem de Away From Keyboard, ou "Longe do Teclado". No Free Fire, isso significa que um jogador está longe do celular e seu personagem está parado. Com isso, ele pode ser eliminado pela zona do gás ou por adversários sem nenhuma resistência. Ficar AFK com frequência sempre vai resultar em avisos por parte do jogo. No modo Contra Squad, o "puxão de orelha" pode vir em uma suspensão de minutos ou mesmo de um ou mais dias, chegando a um mês em casos mais graves.










Fonte: Tech Tudo


 

Postar um comentário

Deixe o seu comentário! ;)

Copyright © Maratonando. Todos os direitos reservados | F.H |